Arquivo mensal janeiro 2018

porAssessoria de Comunicação ANGAAD

JUSTIÇA CONDENA CASAL DE CURITIBA A PAGAR 50 MIL POR ADOÇÃO ILEGAL

A Justiça condenou um casal a pagar R$ 50 mil, por danos morais, por causa de uma adoção ilegal. O caso aconteceu em Curitiba, em 2015.

A decisão da 1ª Vara da Infância e da Juventude e Adoção de Curitiba é de dezembro do ano passado e foi divulgada pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) na terça-feira (30).
O valor vai ser destinado ao Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, para ser utilizado em ações de conscientização da adoção legal, conforme o MP-PR.

Adoção à brasileira
De acordo com o MP-PR, o casal praticou uma “adoção à brasileira”. Com a falta de intenção da mãe biológica de exercer a guarda do filho, o casal custeou as despesas da gestação para, depois do nascimento do bebê, assumir os cuidados.
A entrega direta da criança à pessoa interessada em adotar, para que, depois de um tempo com ela ajuíze o pedido de adoção caracteriza adoção irregular.
A investigação, segundo o MP-PR, começou após chegar ao Conselho Tutelar uma suspeita de adoção ilegal. A demora no registro da criança e das primeiras vacinas foi o que levantou a suspeita, de acordo com o MP-PR.
Para o MP-PR, a conduta do casal afrontou o sistema legal, o Cadastro de Adoção, os princípios e as regras da legislação protetiva infantojuvenil.
A criança foi adotada legalmente, ainda em 2015, pelo casal.

Fonte:https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/justica-condena-casal-de-curitiba-a-pagar-r-50-mil-por-adocao-ilegal.ghtml

#SomosTodosAngaad #divulgueaadocao #juntossomosmelhores #ação #direito #infanciaejuventude
#adoção #angaad #amor #crianças #família #pelodireitoafamilia #familiacolhedora

FALE CONOSCO:
E-MAIL – angaad@angaad.org.br
INBOX – facebook.com/AngaadAdocao
SITE – www.angaad.org.br

 

porAssessoria de Comunicação ANGAAD

PROJETO SOCIAL LEVA ESTUDANTES DO NAÇA PARA INSTITUIÇÕES DE ACOLHIMENTO DE MENORES.

A construção do bem comum por meio da educação, preconizada na Missão do Colégio Nacional, visa possibilitar a formação de jovens que buscam meios para alcançar a autonomia. É por isso que a parceria realizada com a Pontes de Amor é uma aliada para imergir os estudantes na realidade de crianças que frequentam instituições de acolhimento, formando vínculos e favorecendo a socialização.

Em 2017, 26 alunos do 2º ano do Ensino Médio foram selecionados como voluntários para o projeto “Missões de amor”. Bruna Magalhães, psicóloga da organização, afirmou que a escolha deste nível foi de extrema importância para a realização das atividades de maneira acertiva. “Nós pensamos no 2º ano por acharmos que o 1º ainda não estaria maduro para lidar com as questões que envolvem o projeto, enquanto que o 3º estaria focado no encerramento do ensino regular e na realização de processos seletivos, como o Enem e o vestibular”, disse Bruna.

Devido à sensibilidade das ações a serem realizadas, a equipe formada pela psicóloga, pela assistente social Oliviana Silva e pela psicopedagoga Fernanda Nascimento, convocou os pais dos alunos para conhecer mais sobre o projeto e assinar um termo de voluntariado. As atividades foram realizadas em dois sábados por mês nas instituições, onde os estudantes desenvolviam três oficinas: bate papo, contação de historia e criatividade, todas visando fornecer atendimento psicopedagógico e fortalecer o senso de convivência comunitária, uma vez que as crianças geralmente vão do abrigo para a escola e vice-versa.

Uma vez por mês, também havia uma reunião mensal de planejamento e acolhimento com os voluntários. “Durante o contato com as crianças, os estudantes são expostos às vivências deles, as reuniões servem para lidar com essas histórias. Acompanhamos tanto a promoção das atividades, quanto o aspecto psicológico desenvolvido da convivência com as diferentes realidades”, afirmou Bruna.

A reunião de devolutiva é realizada todo semestre, um modo de levantar se os objetivos estão sendo cumpridos. A psicóloga confirmou que o projeto superou todas as expectativas. “Estamos impressionados com o vínculo dos estudantes com as crianças. Eles brincam, conversam. É diferente quando um adulto chega para conversar com eles e quando um adolescente da mesma faixa etária o faz”, disse ela. Ainda segundo Bruna, esta quebra de confiança se dá devido à violação de direitos (no caso o direito a um lar, a ter pais) sofrida pelas crianças. Resultados mais visíveis surgiram em pouco tempo, crianças, antes tímidas, passaram a se socializar melhor e algumas agressivas passaram a entender o conceito de responsabilidade e compromisso com o projeto.

  • Depoimento de Beatriz P. B. Alvarenga – estudante do 2º ano do Ensino Médio.

Me sinto especialmente grata ao refletir sobre  a travessia que eu, com os outros alunos do Colégio Nacional envolvidos no projeto, fazemos pela Pontes de Amor. Em tempos em que o tempo em si parece constantemente progredir a pesadas, porém rasas, inutilidades, encontrei com as crianças e companheiros um espaço para profunda e eterna existência.

A perda em dor e suas consequências são desafios desesperadores e as crianças que conhecemos nas Instituições de Acolhimento são admiráveis, das mais amáveis inspirações. Minha felicidade está em poder doar-me a elas em nossos encontros. Um simples sorriso é  infinito. A oportunidade do Pontes de Amor é repleta de diversos infinitos.

Percebo explicitamente meu crescimento pessoal e sinto que, no mínimo, proporcionamos o mais que bem merecido acalanto ao coração dos pequenos. Reavalio minhas prioridades e valores quando estou em contato com símbolos de resistência. A linguagem, a segurança de si e a perspectiva é questionada quando temos tamanha responsabilidade. Sou grata porque assim nossa inteligência emocional desenvolve com a comunicação e nossos recursos interpessoais expandem. Sou grata pois é na simplicidade do escutar, da delicadeza, da paciência, da empatia e do amar que está a complexidade da resposta.

As dificuldades são reais e intensas para todos nós, porém, o fácil e o confortável não costumam ser os mais positivos e enriquecedores em perpetuar o bem. Quando presenteamos tempo a nós mesmos para sermos felizes, fazendo os outros felizes, conhecemos as maiores preciosidades. Essa tem sido a Pontes de Amor para mim.”

  • O que é a Pontes de Amor?

Criada em 2012, a Pontes de Amor é uma Organização Filantrópica sem fins lucrativos, filiada à Associação Nacional dos Grupos de Apoio à Adoção (ANGAAD), que atua em Uberlândia e no Triângulo Mineiro em sintonia com a Vara da Infância e da Juventude, Órgãos e Conselhos de Direito da Criança e do Adolescente. Surgiu diante da preocupação com a garantia dos direitos de crianças/adolescentes institucionalizados e dos altos índices de devolução de crianças por famílias adotivas no Brasil e de crises familiares no pós adoção por falta de apoio ou acompanhamento psicológico, psicopedagógico.

fonte:
https://www.nacionalnet.com.br/noticias/2018/01/30/projeto-social-leva-estudantes-do-naca-para-instituicoes-de-acolhimento-de-menores/

#SomosTodosAngaad #divulgueaadocao #juntossomosmelhores #ação #direito #infanciaejuventude
#adoção #angaad #amor #crianças #família #pelodireitoafamilia #familiacolhedora

FALE CONOSCO:
E-MAIL – angaad@angaad.org.br
INBOX – facebook.com/AngaadAdocao
SITE – www.angaad.org.br

porAssessoria de Comunicação ANGAAD

DATA COMEMORATIVA: DIA MUNDIAL DA SOLIDARIEDADE

  1. 31 de janeiro | dia mundial da solidariedade

Solidariedade é enxergar além de si mesmo, é colocar suas próprias mãos como auxílio às necessidades do próximo. A Angaad dedica o dia de hoje a todos aqueles que se solidarizam com o outro e priorizam cada vida, em especial a de nossas crianças e adolescentes.

 

#SomosTodosAngaad #adoção #angaad #amor #crianças #família #pelodireitoafamilia

FALE CONOSCO:
E-MAIL – angaad@angaad.org.br
INBOX – facebook.com/AngaadAdocao
SITE – www.angaad.org.br

porAssessoria de Comunicação ANGAAD

MUTIRÃO EM JUAZEIRO DO NORTE, NO ESTADO DO CEARÁ, ENVOLVE CONCLUSÃO DO PRIMEIRO PROCESSO DE ADOÇÃO

O Núcleo Permanente de Juízes Criminais e Grupo de Descongestionamento do Interior atuou, de 15 a 26 deste mês, na Comarca de Juazeiro do Norte, distante 535 km de Fortaleza. Durante as duas semanas, foram proferidas 5.326 sentenças (2.036 criminais e 3.290 cíveis) e realizadas 756 audiências.

Um dos casos impulsionados durante a atuação em Juazeiro do Norte envolve a conclusão do primeiro processo de adoção, obedecendo às regras do Cadastro Nacional, daquela Comarca em 2018. Houve cumprimento de diligências, emissão de pareceres e julgamento da ação. A sentença de homologação é do juiz Mateus Pereira Junior, que determinou o imediato registro da criança.

A entrega da Certidão de Nascimento foi feita pelo desembargador Inacio Cortez ao casal habilitado. Para ele, a conclusão do processo, com a família recebendo a criança, representou momento de muita gratificação. “Estou muito satisfeito, feliz, em poder contribuir para regularizar judicialmente a situação dessa família.”

Também participaram a defensora pública Ramylle Maria de Almeida Holanda e o promotor de Justiça Dairton Costa de Oliveira. “Começar o ano de 2018, com o primeiro registro adotivo do CNA [Cadastro Nacional de Adoção], realizado por uma comarca do Interior, além de reforçar a expectativa de aumento do número de adoções, confirma como positivo e satisfatório o trabalho de outro Grupo Interinstitucional do Sistema de Justiça, este montado pela Cejai [Comissão Estadual Judiciária de Adoção Internacional] e coordenado pela desembargadora Maria Vilauba Fausto Lopes, que desde o início de 2017 começou a viajar por todo o Estado, realizando cursos preparatórios de pretendentes à adoção e capacitação de servidores, exatamente com o fim de difundir e conferir credibilidade ao CNA nas comarcas do Interior”, destaca o promotor.

FONTE: (veja matéria completa)

http://www.tjce.jus.br/noticias/grupo-de-juizes-profere-mais-de-5-mil-sentencas-em-duas-semanas-na-comarca-de-juazeiro-do-norte/

#SomosTodosAngaad #divulgueaadocao #juntossomosmelhores #ação #direito #infanciaejuventude
#adoção #angaad #amor #crianças #família #pelodireitoafamilia #familiacolhedora

FALE CONOSCO:
E-MAIL – angaad@angaad.org.br
INBOX – facebook.com/AngaadAdocao
SITE – www.angaad.org.br

porEquipe Angaad

Grupo de Apoio à Adoção de Cascavel – GAAC

Endereço: Rua São José, 720
Telefone: 045 99565476
Responsável : Giseli David Plasse
Local das reuniões: Recanto da Criança
Datas das reuniões: última Quinta feira de cada mês
Atividades extras:

  • Orientação individual durante todos o mês aos pais e futuros pais, que necessitam de auxílio
  • Confraternização de final de ano
  • Corrida e caminhada em apoio da adoção realizada no mês de maio
  • Panfletagem e divulgação no do dia nacional e estadual da adoção
porwebmaster

ENAPA 2018 – Adotar é mais que Bonito

A direção da AFAGAS – Sidrolândia, presidida por Diógenes Ferracini Duarte, sob a coordenação do juiz Dr. Fernando Moreira, titular da Vara da Infância de Sidrolândia e da juíza Dra. Katy Braun, Coordenadora da Infância e Juventude do TJMS, na companhia do Sr. Vanderley Souza, Diretor Executivo do TJMS, representando o Presidente do TJMS, Des. Divoncir Schreiner Maran, estiveram em Bonito, cidade-sede do próximo ENAPA, que será realizado entre os dias 31.05 e 02.06.18, com o lema ADOTAR É MAIS QUE BONITO, visando revisar o lugar escolhido para o evento, determinar a logística da execução do projeto e, sobretudo, firmar as parcerias necessárias para a sua realização.

A comitiva foi recepcionada pela Dra. Paulinne Simões, juíza da Vara da Infância de Bonito e anfitriã do ENAPA, e também pela Dra. Adriana Lampert, juíza da 1ª Vara de Bonito. Durante o encontro, foram apresentados os planos de ação do ENAPA, o orçamento esperado e a necessidade de recursos que a AFAGAS está buscando para a realização do evento.

Estavam presentes também o Prefeito da cidade de Bonito, Sr. Odilson Soares, a primeira dama e Secretária Municipal de Assistência Social, Sra. Ilza Soares, o Procurador Jurídico do Município, Dr. José Anezi, o Secretário de Turismo de Bonito e Presidente do COMTUR – Conselho Municipal de Turismo, Sr. Augusto Barbosa Mariano, a representante do Bonito – Convention e Visitors Bureau, Sra. Janaina Mainchein, além de servidores da Prefeitura Municipal de Bonito e os representantes da rede hoteleira da cidade.

O encontro foi bastante produtivo, deixando nos presentes a certeza de que o Enapa/Bonito será um evento inesquecível, não somente pelas belezas naturais da região, mas por semear atitudes adotivas por todo o país.

Link do site da agência oficial do evento:

https://eventos.h2oecoturismo.com.br/enapa2018

porAssessoria de Comunicação ANGAAD

É PERMITIDO DIVULGAR FOTOS E VÍDEOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM SITUAÇÃO DE ACOLHIMENTO?

A Nota Técnica da Comissão Permanente da Infância e Juventude – COPEIJ, integrante do Grupo Nacional de Direitos Humanos – GNDH, vinculada ao Conselho Nacional de Procuradores-Gerais de Justiça, trata da POSSIBILIDADE de divulgação de imagens e vídeos de crianças e adolescentes que se encontram em instituições de acolhimento em condição de adoção.

O referido documento traz diretrizes sobre as circunstâncias em que estas imagens podem ser divulgadas. Tal orientação serve de embasamento para os trabalhos desenvolvidos pelas equipes técnicas e pelo judiciário, sanando as dúvidas a respeito da questão da privacidade da imagem das crianças acolhidas e também apontando para a preservação do princípio do melhor interesse da criança.

A visibilidade é um fator importante para que crianças e adolescentes que estão no Cadastro Nacional de Adoção possam encontrar uma família para chamar de sua.

#SomosTodosAngaad #divulgueaadocao #juntossomosmelhores
#adoção #angaad #amor #crianças #família #pelodireitoafamilia#familiacolhedora

FALE CONOSCO:
E-MAIL – angaad@angaad.org.br
INBOX – facebook.com/AngaadAdocao
SITE – www.angaad.org.br

porAssessoria de Comunicação ANGAAD

AÇÕES DE ALIMENTOS DE INSTITUCIONALIZADOS

O Observatório Nacional da Adoção foi criado em 2017 pelo Instituto de Educação e Pesquisa do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (IEP/MPRJ) com a finalidade de integrar profissionais, pesquisadores e instituições comprometidos com a garantia do direito à convivência familiar de crianças e adolescentes. Inspirado no modelo do Observatório Permanente da Adopção, da Universidade de Coimbra (Portugal), tem como objetivo reunir estudos, atos normativos, notícias e iniciativas nacionais e internacionais, consolidando a análise e o debate sobre a adoção.

Mais informações:
IEP/MPRJ
Av. Almirante Barroso, 90, 4º andar, Centro, Rio de Janeiro – RJ. CEP 20031-909
Tel: (21) 2550-9059 e (21) 2550-9060
https://www.obnadocao.org

#SomosTodosAngaad #divulgueaadocao #juntossomosmelhores #ação#direito #infanciaejuventude
#adoção #angaad #amor #crianças #família #pelodireitoafamilia#familiacolhedora

FALE CONOSCO:
E-MAIL – angaad@angaad.org.br
INBOX – facebook.com/AngaadAdocao
SITE – www.angaad.org.br

Veja mais em: https://www.facebook.com/iepmprj/posts/2048064662090843

porAssessoria de Comunicação ANGAAD

O tempo voa!

Amigos, parece incrível, mas a primeira quinzena de janeiro já se foi.

Você já se assentou junto com sua equipe para planejar 2018? Você sabia que os estudos apontam que quem planeja economiza em média dez vezes o tempo que investiu planejando, quando na execução? Sabia que não chegamos a lugar algum em que não tenhamos nos visto antes?

Sempre digo que sonhar pequeno ou sonhar grande dão o mesmo trabalho. Então, vale sonhar grande. Quando nos comprometemos com estes sonhos, eles têm enorme chances de se tornarem realidade; não por mágica, mas por nosso esforço e compromisso.

Então, aproveite este mês de janeiro para estabelecer as principais metas para seu grupo em 2018.

O que vocês desejam transformar na realidade onde estão inseridos? Quais ações, quando realizadas, vão gerar maior impacto?

Faça um “brainstorming”, uma tempestade (ou um “toró”) de ideias e depois tomem as decisões. Coloquem no papel, ampliem a visão e vejam quem são os possíveis parceiros para estas ações. Estabeleçam os responsáveis e os prazos. Acompanhem com cuidado este cronograma e o desenvolvimento das metas.

Todo o nosso trabalho é muito importante por que a causa é extremamente relevante.

Não vamos nos aquietar até que não haja nenhuma criança ou adolescente, nenhuma sequer sem família.

Naquilo que pudermos colaborar, enquanto rede, conte conosco. A ANGAAD é uma grande rede que entrelaçada se fortalece e constrói junto.

Então prossigamos rumo ao nosso propósito.

porwebmaster

ADOTAR É SABER DEIXAR ALGUÉM TE AMAR!