Boa Prática – Trilhas do Afeto

Tema:
01 – Estruturação do GAA: captação e capacitação de voluntários, captação de recursos, utilização de redes sociais para fortalecimento do trabalho, comunicação com os meios de imprensa em geral, gestão documental, prestação de contas, orçamento, finanças e contabilidade, parcerias e convênios, atendimento jurídico e psicológico.

GAA proponente
TRILHAS DO AFETO

Mês e ano que iniciou a realização da prática
01.2004

Resumo da prática (em até 3000 caracteres)
Desde a fundação do grupo de apoio uma preocupação dos membros foi a legalização junto aos órgãos competentes, e foi elaborada e estruturada logo nos primeiros meses.
Umas das razões é que para captação de recursos junto aos órgãos como CONANDA, CEDCA E CMDCA, as instituições pelo marco declaratório da Organização da Sociedade Civil é geralmente após de três anos de registro.
Utilizamos as redes sociais Whatzapp, facebook, site para fortalecimento e divulgação do nosso trabalho junto à comunidade em geral.
Possuímos convenio junto a UNIFIL Universidade Filadélfia onde utilizamos estagiários de psicologia e a clínica de atendimento psicológico.

Informar se foi compartilhada com outro GAA
Sim

Informar link(s) (opcional)

Site: www.trilhasdoafeto.org.br

Vote nesta Boa Prática - Trilhas do Afeto

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

webmaster

Jornalista - DRT 986/MS - Servidor do Poder Judiciário do MS - Membro do Grupo AFAGAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *