Categoria Boas Práticas

porEquipe Angaad

Boa prática – GEAAI Içara SC

Vamos divulgar:

Tema: Ações/eventos em comemoração ao mês da Adoção.

GAA proponente
Geaai Içara SC

Mês e ano que iniciou a realização da prática
25 de maio de 2018

Resumo da prática (em até 3000 caracteres)
Tendo em vista a necessidade de se levar a cultura da adoção para crianças e adolescentes tivemos a ideia de se fazer um concurso literário com redações e desenhos. O tema Utilizado foi o do Enapa 2018 Adotar é + que bonito.Foi feito em caráter extraordinário nesse ano apenas em uma escola da comarca. A premiação foi simbólica medalhas,certificados e um kit literário para as crianças.Uma escola pequena pois os recursos para a premiação foi doado por membros do grupo.No próximo ano pretendemos estender o concurso literário para toda comarca,fazer projetos e assim conseguirmos recursos para a premiação.Foi muito emocionante crianças animadas desenharam, fizeram redações belíssimas e assim aprenderam um pouco da cultura da adoção.Desmistificando preconceitos, aprendendo que filhos por adoção são” filhos de verdade”.Segue Edital em pdf e algumas fotos do evento.

Informar se foi compartilhada com outro GAA
Não

Informar link(s) (opcional)
https://www.canalicara.com/cotidiano/geaai-premia-estudantes-vencedores-do-concurso-adotar-e-que-bonito-39667.html

Vote nesta boa prática - GEAAI 1

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

 

Documento anexado:

GEAAIPara-pdf-Ok

Vamos divulgar:
porAssessoria de Comunicação ANGAAD

Boa Prática – GEAADOÇÃO BRUSQUE

Vamos divulgar:
Tema:
Busca ativa.Mês e ano que iniciou a realização da prática
5/2018

Resumo da prática (em até 3000 caracteres)
Adoção

Informar se foi compartilhada com outro GAA
Sim

Informar link(s) (opcional)
Busca ativa

Vote nesta Boa Prática - Geaadoção Brusque

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
Vamos divulgar:
porAssessoria de Comunicação ANGAAD

Boa Prática – GRUPO DE APOIO A ADOÇÃO DE JAU OU REGIÃO

Vamos divulgar:

Tema:
Ações/eventos em comemoração ao mês da Adoção.

GAA proponente
GRUPO DE APOIO A ADOÇÃO DE JAU OU REGIÃO

Mês e ano que iniciou a realização da prática
05/2014

Resumo da prática (em até 3000 caracteres)
REUNIOES MENSAIS.
PALESTRAS COM PROFISSIONAIS DA AREA SOCIAL E PSICOLOGICA.
ORIENTAÇAO E PREPARAÇAO PARA A ADOÇÃO.

Informar se foi compartilhada com outro GAA
Sim

Informar link(s) (opcional)

Boas Práticas - GRUPO DE APOIO A ADOÇÃO DE JAU OU REGIÃO

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Vamos divulgar:
porAssessoria de Comunicação ANGAAD

Boa Prática – Trilhas do Afeto 3

Vamos divulgar:

Tema:
Acompanhamento em pós Adoção.

GAA proponente
TRILHAS DO AFETO

Mês e ano que iniciou a realização da prática
02.2017

Resumo da prática (em até 3000 caracteres)
O projeto de Orientação e Acompanhamento Pós-adoção de Crianças e Adolescentes, propõe-se a orientar e acompanhar as famílias que obtém a guarda de crianças e adolescente para fins de adoção. O mesmo tem por objetivo orientar e acompanhar às famílias de modo que estas possam refletir sobre o tema da adoção e as relações familiares dentro das perspectivas psicológica, social e jurídica. O mesmo conta com o apoio da Vara da Infância e Juventude e o Núcleo de Apoio Especializado – NAE, da Comarca de Londrina.

O projeto realiza-se na cidade de Londrina-PR, junto aos pais e mães por adoção, em processo de aproximação, e em estágio de convivência com crianças e adolescentes aptos para adoção, por meio de:

01 – Reuniões mensais – As reuniões do Pós-Adoção ocorrem mensalmente, às segundas terças-feiras do mês, das 19:30 às 21h, trata-se de um grupo terapêutico aberto, em formato de roda de conversa, conduzido pelas psicólogas do Trilhas do Afeto e estagiárias do curso de Psicologia da UNIFIL – Centro Universitário Filadélfia. O Pós-Adoção é um espaço de trocas de experiências, desafios, angústias e conquistas vivenciadas pelos pais adotivos.
02 – Espaço Kids – Enquanto os adultos participam das reuniões as crianças participam do “Espaço kids”, acreditamos que a convivência entre elas é uma oportunidade de desenvolvermos uma nova cultura da adoção, bem como auxiliá-las a lidar com a sua condição de adotada. Além dos nossos voluntários, contamos com 10 (dez) estagiários do Curso de Psicologia da UNIFIL – Centro Universitário Filadélfia, que observam, participam e realizam atividades com as crianças.
03 – Parceria com a Clínica Psicológica da UNIFIL – Centro Universitário Filadélfia, que sempre que possível realiza o atendimento psicoterápico das famílias participantes do Trilhas do Afeto.
04 – Orientação aos pais e mães sempre que se faz necessário através de conversa, contato telefônico, troca de e-mails e mensagens;
05 – Publicização de leis, textos e notícias sobre adoção nas redes sociais.

Informar se foi compartilhada com outro GAA
Sim

Informar link(s) (opcional)

Vote nesta Boa Prática - Trilhas do Afeto 3

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Vamos divulgar:
porAssessoria de Comunicação ANGAAD

Boa Prática – Trilhas do Afeto

Vamos divulgar:

Tema:
Preparação para adoção, apadrinhamento afetivo e acolhimento familiar (com pretendentes e com crianças e jovens).

GAA proponente
TRILHAS DO AFETO

Mês e ano que iniciou a realização da prática
01.2014

Resumo da prática (em até 3000 caracteres)
O projeto destinado a preparação dos pretendentes à adoção, assim como ao desenvolvimento de uma nova cultura da adoção, surgiu motivado por uma iniciativa da Vara da Infância e Juventude e do Núcleo de Apoio Especializado à Criança e Adolescente da Comarca de Londrina, com o intuito de proporcionar conhecimento teórico-prático sobre adoção, a fim de auxiliar os futuros pais e mães a lidarem com a adoção no cotidiano; estimular a adoção tardia (de crianças acima de 3 anos e adolescentes), conjunta (de grupos de irmãos) e especial (de portadores de necessidades especiais). O público beneficiado abrange as pessoas que anseiam adotar, pessoas a espera da adoção, pais em processo de aproximação e adaptação, famílias constituídas por adoção, família extensa dos pretendentes à adoção, e demais interessados pela causa.

O projeto realiza-se na cidade de Londrina-PR, junto às pessoas que desejam ser pais de crianças e adolescentes através do processo de adoção, e demais interessados, por meio de:

01 – Reuniões mensais – As reuniões do grupo ocorrem mensalmente, toda terceira quarta-feira do mês, das 19:30 às 21h, estas são preparadas a partir de temáticas pertinentes a adoção, por meio de diferentes estratégias, tais como: palestras, filmes, roda de conversa, depoimentos etc. As mesmas são conduzidas por profissionais da psicologia, serviço social, direito e pedagogia.
02 – Espaço Kids – Enquanto os adultos participam das reuniões as crianças participam do “Espaço kids”, acreditamos que a convivência entre elas é uma oportunidade de desenvolvermos uma nova cultura da adoção desde a mais tenra idade. Além dos nossos voluntários, contamos com 10 (dez) estagiários do Curso de Psicologia da UNIFIL – Centro Universitário Filadélfia, que observam, participam e realizam atividades com as crianças nas reuniões mensais.
03 – Participação dos membros do Grupo de Apoio à Adoção nos cursos de preparação dos pretendentes a adoção promovidos pelo Núcleo de Apoio Especializado a Criança e Adolescente da Comarca de Londrina;
04 – Orientação aos pretendentes à adoção sempre que se faz necessário através de conversa, contato telefônico, troca de e-mails e mensagens;
05 – Publicização de leis, textos e notícias sobre adoção nas redes sociais.

Informar se foi compartilhada com outro GAA
Sim

Vote nesta Boa Prática - Trilhas do Afeto 2

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Vamos divulgar:
porwebmaster

Boa Prática – Trilhas do Afeto

Vamos divulgar:

Tema:
01 – Estruturação do GAA: captação e capacitação de voluntários, captação de recursos, utilização de redes sociais para fortalecimento do trabalho, comunicação com os meios de imprensa em geral, gestão documental, prestação de contas, orçamento, finanças e contabilidade, parcerias e convênios, atendimento jurídico e psicológico.

GAA proponente
TRILHAS DO AFETO

Mês e ano que iniciou a realização da prática
01.2004

Resumo da prática (em até 3000 caracteres)
Desde a fundação do grupo de apoio uma preocupação dos membros foi a legalização junto aos órgãos competentes, e foi elaborada e estruturada logo nos primeiros meses.
Umas das razões é que para captação de recursos junto aos órgãos como CONANDA, CEDCA E CMDCA, as instituições pelo marco declaratório da Organização da Sociedade Civil é geralmente após de três anos de registro.
Utilizamos as redes sociais Whatzapp, facebook, site para fortalecimento e divulgação do nosso trabalho junto à comunidade em geral.
Possuímos convenio junto a UNIFIL Universidade Filadélfia onde utilizamos estagiários de psicologia e a clínica de atendimento psicológico.

Informar se foi compartilhada com outro GAA
Sim

Informar link(s) (opcional)

Site: www.trilhasdoafeto.org.br

Vote nesta Boa Prática - Trilhas do Afeto

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Vamos divulgar:
porwebmaster

AMPARA – Associação Matogrossense de Pesquisa e Apoio à Adoção – Boa Prática 1

Vamos divulgar:

Tema:
05 – Busca ativa.

GAA proponente
AMPARA – Associação Matogrossense de Pesquisa e Apoio à Adoção

Mês e ano que iniciou a realização da prática
novembro de 2016

Resumo da prática (em até 3000 caracteres)
O Projeto “Família: Direito de todos, sonho de muitos” é uma estratégia de concretizar a Busca Ativa por meio de duas ações: “Adoção na Passarela” e “Exposição Fotográfica Itinerante: O que os olhos veem o coração sente”. Ambas as ações expõem a composição diversificada de famílias – hetero e homoafetivas; monoparentais; com adoções especiais – e, por outro lado, crianças e adolescentes disponíveis para adoção que aguardam por uma família.
“Adoção na Passarela” é um desfile que conta com a participação das famílias supracitadas e crianças/adolescentes que estão sob medida protetiva em serviço de acolhimento e que aguardam uma adoção.
“O que os olhos veem o coração sente” é uma exposição de fotografias que se faz presente em diversos locais e eventos de interesse da sociedade para chamar a atenção para a formação familiar por meio da adoção e visualizar crianças/adolescentes que podem ser filhos/as.

Informar se foi compartilhada com outro GAA
Sim

Informar link(s) (opcional)
www.ampara.org.br

Vote nesta Boa Prática - AMPARA

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Vamos divulgar:
porwebmaster

GAA Semente – Boa Prática 1

Vamos divulgar:

Tema:
04 – Acompanhamento em pós Adoção.

GAA proponente
GAA SEMENTE

Mês e ano que iniciou a realização da prática
03/2018

Resumo da prática (em até 3000 caracteres)
Considerando o lapso de tempo existente entre a chegada do filho na família adotiva e o início do acompanhamento pela VIJ e, observando que as famílias neste período ficam sem companhia para resolver as situações do cotidiano deste início de convivência, o GAA Semente concebeu o projeto Ombro Amigo.
Esse projeto conta com o apoio e participação da VIJ de Jundiaí, que encaminha as novas famílias para o acompanhamento de pós adoção do GAA Semente, que conta com um grupo de famílias adotivas capacitadas, cujos processos de adoção devem estar concluídos, para atenderem as novas famílias.
Os objetivos do projeto são: apoiar a nova família por adoção; ser companhia; estar pronto para ouvir; auxiliar nas situações iniciais da convivência; auxiliar em algum trâmite legal, contando com a colaboração das diretorias específicas do GAA.
Como funciona?
As novas famílias encaminhadas para o projeto receberão o contato da família “ombro amigo” e o acompanhamento se dará conforme a necessidade da mesma, sendo assim, cada dupla de famílias terá a sua própria dinâmica.
Será mantido um registro das famílias que cuidam e das que serão cuidadas. A informalidade e flexibilidade entre as “duplas” deve existir, mas teremos um registro das demandas das famílias acompanhadas para que possamos orientar a família que é “ombro” e também avaliar o andamento do projeto.
O acompanhamento será de dois meses tendo flexibilidade de prorrogação, caso necessário. Cada família “ombro amigo” poderá acompanhar uma ou mais novas famílias. Esse projeto não tem o objetivo de substituir o acompanhamento técnico da VIJ e, quando houver necessidade a equipe técnica do GAA será acionada para as providências necessárias. Importante ressaltar que este projeto está sob orientação da Diretoria Técnica do GAA Semente.

Informar se foi compartilhada com outro GAA
Não

Informar link(s) (opcional)

Vote nesta Boa Prática - GAA Semente

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Vamos divulgar:
porwebmaster

Instituto Amigos de Lucas – Boa Prática 8

Vamos divulgar:

Tema:
06 – Ações/eventos em comemoração ao mês da Adoção.

GAA proponente
Instituto Amigos de Lucas

Mês e ano que iniciou a realização da prática
05/2018

Resumo da prática (em até 3000 caracteres)
Durante o mês de Maio o Instituto Amigos de Lucas estará realizando e participando de vários eventos relacionados à adoção.

05.05 Grupo de Apoio à Adoção
09.05 Grupo de Apoio à Adoção Esteio( novo Braço do IAL na Comarca de Esteio)
15 e 16.05 Congresso de Familia / Faculdade Dom Bosco Porto Alegre. Palestra sobre Adoção Tardia
24.05 V Fórum Estadual da Adoção- Assembléia Legislativa do Rs/ Teatro Dante Barone
30.05 Congresso Familia Comarca Bom Jesus(coordenação Instituto)

Informar se foi compartilhada com outro GAA
Sim

Informar link(s) (opcional)

Vote nesta Boa Prática - Instituto Amigo de Lucas 7

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Vamos divulgar:
porwebmaster

Instituto Amigos de Lucas – Boa Prática 5

Vamos divulgar:

Tema:
05 – Busca ativa.

GAA proponente
Instituto Amigos de Lucas

Mês e ano que iniciou a realização da prática
01/2009

Resumo da prática (em até 3000 caracteres)
O Instituto Amigos de Lucas realiza a busca ativa desde 01/2009.
Com acompanhamento desde o momento da indicação e até após um ano(obrigatoriamente) já conseguiu colocar em familia até abril de 2018, 328 crianças e adolescentes.
Participa de grupos de busca ativa no Brasil e no RS.
Sendo que o acompanhamento tem fortalecido a rede de indicações dos infantes indicados, isso graças ao acompanhamento mensal que realizamos com psicólogas do Instituto. Tudo relatado as varas de Origem no acompanhamento do processo adotivo.

Informar se foi compartilhada com outro GAA
Sim

Informar link(s) (opcional)

Vote nesta Boa Prática - Instituto Amigo de Lucas 5

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Vamos divulgar: