ADOÇÃO POR HOMOAFETIVOS

Vamos divulgar:

Trata-se de adoção, como qualquer outra; o preconceito é algo que não cabe na adoção, mesmo porque, a própria adoção está entre os temas/grupos que sofrem o preconceito e é preciso, cotidianamente, trabalhar no âmbito familiar e social, a aceitação do vínculo afetivo com primazia ao vínculo consanguíneo.
Dizer que os homoafetivos adotam as crianças e adolescentes que fazem parte da estatística dos que não estão no perfil da maioria dos pretendentes é a mais pura verdade, talvez porque eles entendam e sintam o quanto o afeto reconstrói, refaz, ressignifica a pessoa, no caso a criança e adolescente, que traz consigo uma história de perdas e dores.
Sim, a adoção por casais ou pessoas homoafetivas é legítima e não é prognóstico futuro de que seus filhos serão ou não homoafetivos e, muito menos, de que causem violências contra eles, os filhos.

Vamos divulgar:
Avatar

Diogenes Duarte

Jornalista - DRT 986/MS - Membro da Assessoria de TI da ANGAAD - Servidor do Poder Judiciário do MS e Membro do GAA AFAGAS