CORINGA: Um filho do abandono

O filme Coringa, dirigido por Todd Phillips, certamente representará um desses filmes para os nossos tempos. Ele nos impacta. É impossível assisti-lo sem ser tomado por um grande desconforto que, logo ganha contorno por não conseguirmos distinguir, de imediato, se o protagonista ri ou chora, em sua primeira aparição. O desenrolar do filme nos esclarece que Arthur Fleck, o personagem que vem a se tornar o Coringa, sofre de uma condição psiquiátrica peculiar que o leva a rir inadvertidamente.

Ler mais